Sobre o Autor

Nascido em 1987. Virginiano nato, para quem acredita em signos. Psicólogo formado. Pragmático e racional no dia a dia, mas com um lado extremamente sensível e inquieto.

Passei muitos anos ouvindo e achado que eu era uma pessoa fria, sem sentimentos ou que não sabia demonstrá-los. A verdade é que eu não sou bom em demonstrações de afeto ou em falar o que eu sinto. Mas descobri que sou bom em escrever o que eu sinto, eu acho. A escrita é a minha catarse.

Escrevo porque eu preciso, porque minha alma grita, meu corpo pede e são coisas que a mente e a fala não conseguem dar conta. Eu não penso no que eu escrevo. Eu sinto. E assim saem meus textos.

Parece metido? Pretensioso? Talvez, mas cada palavra dita aqui é a mais pura verdade e é sempre carregada de algum significado e emoção.

Por que esse nome? Eu já tive um blog, o qual eu alimentei esporadicamente até 2013. Os textos desse blog estão publicados aqui também. E esse já era o nome do blog desde aquela época. Delírio, pois nem tudo o que eu escrevo tem um sentido claro. Muitas vezes o parágrafo tem uma única palavra que conta uma história inteira. As vezes, dez frases explicam um único sentimento.

Deleite porque escrever me dá prazer, sinceramente. Alivia a minha carga emocional. E porque, como você poderá reparar, o tema “prazer” e “deleite” é muito constante nos meus textos.

Espero que você goste!